Domingo, 05 de Julho de 2020

Um aparelho chamado ProxyHam promete aumentar a área de alcance dos roteadores a níveis impressionantes. Criado pelo pesquisador de segurança Ben Caudill, ele conta com um Raspberry Pi e uma estrutura com três antenas: uma para captar o sinal de alguma rede Wi-Fi enquanto as outras duas repetirão o sinal por meio de ondas de rádio de 900 Mhz. O resultado é um open source capaz de rotear sinal de Internet anônima em uma área de até 2.5 milhas (cerca de 4km).

Qual é o roteador Wi-Fi ideal para sua casa? Veja dicas e descubra

Nova tecnologia consegue rotear sinal de Internet em área de 4km (Foto: wifi)

Na prática, o ProxyHam é um roteador Wi-Fi e proxy (espécie de conector do PC à rede externa) ao mesmo tempo. A diferença é que ele pode transmitir o sinal à longas distâncias. Desta forma, é possível que alguém que esteja em uma área de até 4 km de distância possa captar o sinal e acessar a Internet com tranquilidade.

Mas afinal, para que serve tanta capacidade de alcance? O ProxyHam pode prover Internet em lugares remotos, onde não existe cobertura de sinal 4G ou, mesmo que exista, ela seja bem precária, com muitas interferências de árvores ou montanhas, por exemplo. Outra utilidade é a privacidade, já que ele cria Internet anônima. Assim, se um rastreamento for feito, apenas a ProxyHam será encontrada, já que ele não revela a localização real do usuário.

Mas é claro que nem tudo são flores: para captar os sinais de rádio nessa frequência você precisa conectar o seu computador a uma antena de 900 MHz, que não é algo muito pequeno. Não é muito bem sinônimo de mobilidade e discrição, mas pra quem está precisando acessar a internet de qualquer jeito, essa é uma ótima saída.

Como melhorar o sinal da rede Wi-Fi? Confira no F�

... �rum do TechTudo.

Ben vai demonstrar o aparelho no mês que vem durante a conferência de harckers DefCom, que acontecerá em Las Vegas. Lá ele irá explicar como é feita a montagem e o código-fonte para programá-lo. Depois disso tudo estará disponível para que outros desenvolvedores possam aprimorar ainda mais o projeto

Via Wired, Motherboard e BGR



>>> Veja o artigo completo no TechTudo