Terca-Feira, 17 de Setembro de 2019


Recarregar o celular é, certamente, um mal necessário. Porém, as empresas estão trabalhando para tornar essa famigerada rotina a menos incômoda possível. Para isso, elas estão aperfeiçoando e desenvolvendo produtos que recarregam a bateria do seu smartphone sem usar praticamente nenhum fio.
É a chamada Wireless Charging. Em outras palavras, não é necessário plugar um fio ao gadget que, por sua vez, vai até à tomada da sua casa. O carregamento por indução possui alguns padrões distintos que se diferenciam entre si. Neste artigo iremos esclarecer os padrões QI e Powermat, os mais usados nesta área.
Carregador promete bateria total para iPhones em apenas seis minutos O caso do QI
Diversas fabricantes já oferecem carregadores sem fio (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)
QI é o nome da tecnologia que usa o princípio da indução eletromagnética para recarregar as baterias dos smartphones. Quem já assistiu Dragon Ball deve achar este nome familiar. E não é por acaso que ele foi escolhido. “QI”, na cultura chinesa, quer dizer “energia vital”. Assim como o QI era necessário para o Goku travar as batalhas, o QI também é necessário para dar vida aos gadgets. Quem desenvolveu esta tecnologia foi a WPC, sigla para Wireless Power Consortium. Um consórcio com mais de 200 empresas que participaram no desenvolvimento, criação e padronização desta tecnologia. Dentre elas podemos citar a Nokia, RIM, LG, Verizon, dentre tantas outras. As pesquisas sobre o princípio da indução eletromagnética já vem desde o renomado cientista Nikolas Tesla. Porém, só agora ela se tornou economicamente viável. O primeiro protótipo funcional desta tecnologia foi demonstrado em 2007, na CES. Mas só em 2010 o padrão foi finalizado e ficou pronto para comercialização. E o que é QI e Powermat?
O padrão Qi, fundado pelo consórcio de empresas WPC (Foto: Divulgação/WPC)
Como explicado no tópico anterior, QI é o nome do padrão usado em determinados carregadores por indução, como os usados pela Nokia e compatíveis com alguns modelos dos celulares Lumia, como o 920 e 820. Para usá-lo é necessário comprar uma estação de carregamento, que deve ser ligada na tomada. Assim, ela pega a energia da rede elétrica da sua casa e a transforma num campo eletromagnético.
Usar carregador de outra marca estraga o celular? Comente no Fórum do TechTudo. Os smartphones, para poderem aproveitar este campo eletromagnético, devem ter em seu hardware uma bobina sensível a este campo que, por sua vez, gera corrente...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo