Gmail, Yahoo Mail e Outlook permitem bloquear o e-mail de um remetente indesejado a partir de uma mensagem recebida. A ação é indicada para evitar contato de pessoas que desejam evitar e-mails com notificações, correntes da web e pessoas inconvenientes. O recurso é encontrado com características similares nas diversas plataformas de e-mail disponíveis. O bloqueio de remetentes não funciona para evitar mensagens com spam, que costumam ser enviadas para uma pasta específica na caixa de entrada.

O bloqueio impede que novos e-mails da pessoa sejam apresentados na caixa de entrada. Por mais que o remetente envie mensagens, elas não aparecerão para você. Para saber como bloquear um remetente no Gmail, Yahoo Mail e Outlook, confira nosso tutorial a seguir.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Procedimento no Gmail

Passo 1. Abra um e-mail indesejado e pressione o ícone de três pontos no canto superior direito da mensagem;

Passo 2. Acesse a opção 'Bloquear (descrição da empresa ou nome da pessoa)" para prosseguir;

Passo 3. Confirme a ação no botão "Bloquear".

Procedimento no Yahoo Mail

Passo 1. Abra um e-mail do remetente indesejado e vá até o ícone de três pontos no canto superior direito da tela;

Passo 2. Assinale a opção "Bloquear remetentes" para prosseguir;

Passo 3. A caixa de diálogo perguntará se você também deseja apagar todos os e-mails desse remetente. Caso queira deixar essa função marcada, nenhuma outra mensagem antiga da pessoa será encontrada em sua caixa de entrada. Para efetivar o bloqueio, confirme no botão "OK".

Procedimento no Outlook

Passo 1. Abra um e-mail indesejado e pressione o ícone de três pontos no canto superior direito da tela;

Passo 2. Para prosseguir, selecione a opção "Bloquear (nome

... do remetente)";

Passo 3. Para efetivar o bloqueio, confirme clicando no botão "OK".

Use as dicas para evitar receber e-mails e pessoas inconvenientes em sua caixa de entrada de e-mails.

Como resolver erro no Hotmail? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo