Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019

Roteadores portáteis são ideais para levar em viagens ou em lugares que apenas estamos provisoriamente, já que ele expande o sinal de internet daquele cabo mais curto ou modem 3G, criando uma rede Wi-Fi para que outros dispositivos usem o mesmo sinal.

Roteador parou de funcionar? Veja dicas de como resolver

Com designs compactos que cabem até no bolso, estes modelos nada lembram aquelas caixinhas com antena que ficam em um ponto fixo da casa. Fizemos uma lista com alguns produtos que vendem no Brasil custando até R$ 200 para escolher o que mais se atende a sua necessidade. Confira algumas opções.

Roteador no alto de estante melhora propagação do sinal (Foto: Lucas Mendes/TechTudo) (Foto: Roteador no alto de estante melhora propagação do sinal (Foto: Lucas Mendes/TechTudo))Às vezes ter apenas um roteador 'tradiciona' não é a solução. (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

1) D-Link DIR-505

Com um design que mais se assemelha a um aromatizador elétrico, o modelo da D-Link cabe no bolso e tem múltiplas funções. Além de ser um roteador, ele também é um repetidor de sinal Wi-Fi. Como roteador, o modelo é ideal para ser usado em locais onde o único acesso a internet vem por único cabo ADSL - muito comum em hotéis. Com o cabo encaixado no roteador, basta colocá-lo na tomada para criar uma rede Wi-Fi e conseguir usar em vários dispositivos simultaneamente.

Além disso, ainda há uma entrada USB onde, além de ser possível carregar o celular, pode-se conectar um pendrive e compartilhar os arquivos no app para smartphone (Android ou iOS), graças ao Shareport Mobile, nome dado a essa função. Sua velocidade máxima é de 150mb e o roteador pode ser encontrado nas principais lojas por cerca de R$ 180.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

O modelo da D-Link fica conectado direto na tomada, ocupando menos espaço possível. (Foto: Divulgação/D-Link)O modelo da D-Link fica conectado direto na tomada, ocupando menos espaço possível. (Foto: Divulgação/D-Link)

2) TP-Link MR3020

A TP-Link investiu em um roteador portátil onde além de ser conectar pelo cabo ADSL, ainda é possível conectar um modem 3G na sua porta USB. Sua velocidade máxima é de 150mb e na frente há luzes indicadoras para mostrar o status da conexão. Seu design permite alternar a fonte de energia, que ao invés de se limitar só a tomada, pode ser recarregado diretamente de um notebook, com uma conexão USB. a função torna possível compartilhar a rede em qualquer lugar no meio da rua, mesmo que não haja uma tomada por perto. O modelo ainda permite gerenciar o consumo de cada dispositivo conectado conforme necessidade, graças ao controle de largura de banda. Pode ser encontrado nas lojas por R$ 140.

O roteador permite conexão por cabo ou por modem 3G. (Foto: Divulgação/Tp-Link)O roteador permite conexão por cabo ou por modem 3G. (Foto: Divulgação/TP-Link)

3) TP-Link WR702N

Considerado o menor roteador portátil do mundo, com 57mm de largura, e uma luz indicadora na parte da frente, sua c

... onexão de Internet é feita unicamente pelo cabo ADSL, onde basta conectar o cabo para que a rede Wi-Fi seja automaticamente criada para acesso por outros dispositivos.

Assim como o outro modelo da marca, sua fonte de energia é flexível, o que não limita o usuário a depender de uma tomada, podendo conectar sua porta micro USB a qualquer notebook e rotear internet no meio da rua. Pensando na segurança do usuário, o roteador traz a função pré-criptografia, que cria automaticamente um exclusivo usuário e senha para manter a rede Wireless protegida. O modelo está disponível por R$ 100.

Qual é o repetidor mais barato? Comente no Fórum do TechTudo

Considerado o menor roteador portátil do mundo. (Foto: Divulgação/Tp-Link)Considerado o menor roteador portátil do mundo. (Foto: Divulgação/Tp-Link)

4) Multilaser Re076

A Multilaser não ficou de fora do mercado de roteadores portáteis. A marca traz um roteador com porta USB para conectar modem 3G e uma entrada para cabo ADSL. Em sua porta USB, além de conectar modem, é possível conectar pendrive ou HD externo para compartilhamento de dados. A fonte de energia não se limita a tomada e é possível conectar a uma outra fonte de energia com entrada USB - como notebook, por exemplo.

Seu design semelhante a uma bateria externa não é só uma coincidência, o roteador com a energia armazenada, se transforma em uma bateria externa, onde é possível carregar qualquer dispositivo por meio de sua porta USB. E, além disso, ainda pode ser usado como repetidor de sinal, para expandir uma rede Wireless já existente. O roteador suporta até 10 usuários conectados simultaneamente e disponibiliza a função nuvem, onde é possível armazenar arquivos para serem compartilhados na rede criada. O multifuncional roteador da Multilaser é vendido por R$ 130.

O modelo da Multilaser traz como diferencial a possibilidade de se transformar em uma bateria externa. (Foto: Divulgação/Multilaser)O modelo da Multilaser traz como diferencial a possibilidade de se transformar em uma bateria externa. (Foto: Divulgação/Multilaser)

5) Plume

O Plume ainda não está disponível no Brasil, mas há a possibilidade dele poder ser importado. Este é um roteador de sinal mais inteligente que os que já conhecemos, pois sua distribuição de sinal não é feita de maneira convencional, dividindo a potência do Wi-Fi, ele mantém a velocidade em cada ponto de acesso. Quando os dispositivos estão conectados, ele reconhece a necessidade de uso de cada usuário e adapta ajustando a potência e frequência, pois está disponível em 2.4 GHz e 5 GHz.

O moderno roteador, tem uma porta Ethernet para plugar o cabo de rede. Sua configuração é toda feita por Bluetooth por meio do seu app para smartphones iOS e Android, onde também é possível acompanhar velocidade de download e upload e qualidade de sinal. O modelo está em pré-venda nos Estados Unidos por US$ 39 (R$ 130) cada um, sendo que o mínimo vendido é a caixa com 6.

O roteador inteligente que é controlado por meio do app. (Foto: Divulgação/Plume)O roteador inteligente que é controlado por meio do app. (Foto: Divulgação/Plume)

 



>>> Veja o artigo completo no TechTudo