Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020

Um dos problemas de muitos sites da Internet é que as páginas possuem recursos criados para coletar informações dos usuários, como cookies. Se por um lado isto pode ajudá-los a melhorar os serviços, por outro há a possibilidade de revelar detalhes sobre o internauta que queira manter em segredo.

Veja outras opções de Navegadores de Internet

Felizmente, muitos navegadores atuais estão do lado dos usuários, implementando recursos que ajudam a proteger seus dados e evitar o problema de privacidade. Se você usa o Firefox, confira algumas dicas dadas pelo vice-presidente de produtos, Nick Nguyen, para navegar de forma segura.

Mantenha a privacidade usando o Firefox; veja 10 dicas (Foto: Reprodução/Marvin Costa)

1. Proteção contra Rastreamento

A Mozilla adicionou um recurso de proteção contra rastreamento na versão 42 do Firefox que permite bloquear elementos de uma página que poderiam ser usados para registrar a atividade de usuários. Os dados, se combinados, seriam o suficiente para criar perfis das pessoas.

2. Navegação privada

O Firefox, assim como vários navegadores, possui um recurso de navegação privada que evita que o computador do usuário guarde qualquer registro dos sites. Estas opções estão disponíveis na Central de Privacidade do browser e são bastante fáceis de configurar e usar.

3. Lightbeam

A Mozilla desenvolveu a extensão Lightbeam que permite ao usuário visualizar para quem estão indo seus dados quando visita um determinado site. Desta forma, é possível construir uma representação gráfica para identificar as relações entre os serviços de rastreamento.

4. Botão Esquecer

O Firefox possui um recurso simples que permite apagar com apenas um clique todos os dados locais armazenados no PC. Com o recurso, é possível limpar cookies, históricos e fechar todas as abas. 

5. Use extensões de privacidade

Assim como outros navegadores modernos, o Firefox permite a adição de extensões. Muitas delas, como o Ghostery e o Privacy Badger, são voltadas a filtrar páginas visitadas em busca de elementos que podem ser rastreados, o que melhora a segurança e privacidade do browser.

6. Extensões para o Android

A versão para Android do Firefox também aceita o uso de add-ons. Um exemplo é o Privacy Coach, que adiciona elementos de privacidade na tela inicial do navegador, como os recursos Não rastrear, Navegação Privada, Bloqueio de Cookies e Limpar Histórico.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

7. Use mecanismos de busca privados

Buscadores como o Google e o

... Yahoo mantém registros de todas as buscas feitas em seus sistemas, o que pode ser usado para criar perfis de usuários. Outros sistemas, como o DuckDuckGo, são opções para aqueles que não querem ser rastreados ao fazer buscas online.

8. Não rastrear

O Firefox possui uma opção de segurança que impede que sites coletem informações, como localização. 

9. Aprenda mais sobre privacidade

A Mozilla tem uma série de páginas que contém várias dicas de segurança. A série se chama SmartOn e possuí artigos dedicados para a web, segurança online, privacidade, rastreamento e vigilância governamental. Os textos estão disponíveis em vários idiomas, inclusive português.

10. Instale mais extensões de segurança

A loja de extensões do Firefox possui vários recursos adicionais para incrementar a privacidade do usuário. Se você está interessado em aumentar sua segurança online, confira a lista de plugins.

Via Techweek Europe



>>> Veja o artigo completo no TechTudo