Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020

HDs consistem em discos magnéticos girando em altas velocidades e isso significa que eles normalmente geram algum ruído. Contudo, há situações em que barulhos estranhos devem servir de alerta ao usuário porque indicam que o dispositivo está com problemas sérios em seus mecanismos. O uso prolongado de HDs nessas situações pode agravar o problema e comprometer a saúde da superfície em que os seus dados estão armazenados.

Como detectar erros no disco rígido?

No tutorial, você vai conhecer alguns métodos para identificar a origem dos ruídos, determinar se eles são normais ou representam indícios de problemas. Também vai ficar por dentro de dicas importantes para não comprometer a integridade dos seus dados.

Saiba como identificar ruídos estranhos e suas possíveis causas (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Antes de analisarmos possíveis causas e soluções, tenha em mente que HDs não devem fazer barulho. Um disco rígido que está se comportando de forma anormal e produzindo ruído durante o uso, pode ser usado por mais algum tempo. Medidas paliativas podem estender um pouco sua vida útil, mas, via de regra, HDs que começam a fazer barulho não melhoram, só pioram com o tempo. Se o seu está nesse estágio, encare a situação com cuidado e realize backups de seus dados.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Passo 1. A primeira precaução é determinar saúde do disco. Para isso, execute algum aplicativo de diagnóstico para HDs, como o HD Tune Pro. Esse programa vai examinar o dispositivo e, caso encontre problemas, você já terá indícios de que o ruído pode estar relacionado a esses erros.

Use aplicativos de diagnóstico, como o HD Tune Pro, para procurar erros no seu HD (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Passo 2. Caso o software encontre erros como “bad blocks” dentro do seu HD, execute programas que são capazes de corrigi-los (além do HD Tune Pro, considere o Hirens BootCD como opção para essa tarefa). Em alguns casos, eliminando os bad blocks, o disco rígido pode parar de fazer barulho.

Pontos vermelhos simbolizam blocos defeituosos no HD (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Passo 3. Se o diagnóstico não encontrou nada de errado, ou se mesmo corrigindo bad blocks seu disco ainda faz barulho, há outras possibilidades para se eliminar os ruídos.

Certifique-se de que o HD está instalado de forma correta no gabinete (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Abra seu computador e verifique se os parafusos que fixam o HD no lugar estão bem apertados. Algumas unidades de deskt

... op chegam a girar a 7.200 rotações por minuto. Se os parafusos não estão bem fixos, é possível que o momento gerado por todo esse movimento cause vibração no suporte, gerando ruídos estranhos.

SSD em conjunto com HD deixa o Windows mais rápido? Veja no Fórum do TechTudo

Passo 4. Outra possível solução é alterar a posição dos cabos de energia e de informações. Substitua-os e realize novos testes.

Troque os cabos de energia e alimentação para novos testes (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

É possível que um cabo de energia com defeito cause o problema por subalimentar o dispositivo, fazendo com que os rotores responsáveis por girar os discos não funcionem corretamente. No caso do cabo de informações, problemas semelhantes podem ser causados caso a conexão entre placa e HD não esteja estável em virtude de um cabo de má qualidade.

Passo 5. Se seu HD produz dois estalos na hora de ligar o computador e mensagens relacionadas a erro de boot são emitidas pelo sistema, você tem em mãos um disco rígido condenado. Nesse caso, o HD não pode ser reparado e apenas empresas especializadas podem tentar recuperar seus dados.

Estalos do HD ao ligar o computador e mensagens de erro de inicialização (boot) atestam que o disco está detonado (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Caso queira recorrer a esses profissionais, é importante desinstalar o HD defeituoso para evitar que novas tentativas de inicialização provoquem mais problemas.

Passo 6. Há dois tipos de ruído que simbolizam situações graves e que dificilmente podem ser corrigidos, caso todas as outras alternativas anteriores não tiverem dado nenhum resultado: o som de pequenas batidas e estalos de forma constante, oriundos do interior do HD, denotam sérios problemas: certifique-se de que você possui backup dos seus dados, ou busque realizar o procedimento de cópia imediatamente.

HDs contam com mecanismos sensíveis que, ao saírem de alinhamento, podem causar ruídos e danificar os discos (Foto: Divulgação/Hitachi)

Outro ruído que pode apontar defeito na unidade é um tipo de gemido em alta frequência, assimilando-se ao barulho que o metal faz ao tocar outra superfície em alta velocidade. Nesse caso, é possível que o disco magnético esteja raspando as cabeças de gravação, ou paredes internas do HD. Nessa situação, considere o dispositivo condenado.

Como evitar esses problemas?

HDs consistem em equipamentos que unem eletrônica e mecânica. Por conterem peças móveis bastante delicadas, é fundamental manuseá-los com cuidado e evitar que eles sofram pancadas a todo custo.

Impactos podem desalinhar o preciso equilíbrio dos mecanismos que fazem com que o HD funcione corretamente, provocando pontos de contato entre cabeças de leitura e gravação com o disco e outros danos físicos, que acabam criando ruídos, prejudicando a integridade dos dados e, no fim, condenando o dispositivo.

Tenha cuidado ao manipular o disco rígido (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Outro ponto importante é que HDs com muitos anos de uso acabam sofrendo desgaste natural dessas partes móveis. Se seu disco rígido é velho e está emitindo ruídos estranhos durante o funcionamento, considere a aposentadoria do dispositivo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo