Terca-Feira, 22 de Setembro de 2020

O Uberserviço de transporte para usuários do Android, iPhone (iOS) e Windows Phone, tem uma forma atípica de determinar o valor de suas viagens. A cobrança é estabelecida pelo preço dinâmico, que faz com que a tarifa flutue durante momentos de alta demanda. Se você é usuário do serviço e quer saber se valor ainda é vantajoso em relação ao táxi, o TechTudo explica os principais detalhes.

Uber: como funciona o app de motorista particular

– O que é o preço dinâmico e como funciona?

O preço dinâmico é a aplicação da famosa lei de oferta e procura pelo Uber. Ou seja, quando há mais usuários solicitando viagens do que motoristas disponíveis, o preço da corrida subirá. Quando o movimento cai e o número de passageiros é igual ou menor do que o de pilotos, a tarifa volta a cair até atingir o preço normal. Segundo o Uber, a alteração funciona como uma forma de incentivar motoristas a estarem disponíveis em horas de maior demanda.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

O que é preço dinâmico do Uber? Entenda o conceito (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Quando o preço dinâmico entra em vigor, o Uber passa a exibir um aviso sobre a alteração na tarifa e a variação. Diante disso, o usuário tem duas opções: aceitar a viagem mais cara ou pedir para ser notificado quando o preço cair. Se aceitar uma corrida cujo valor é mais que o dobro do preço comum, é solicitado que o usuário digite a alteração para confirmar que está ciente disso.

Uber trabalha com esquema de preço dinâmico que pode confundir usuário (Foto: Divulgação/ Uber)

Na comparação com os táxis, porém, a prática gera polêmicas. Os taxistas trabalham com o sistema de bandeira 1 e 2 definidas pelas administrações municipais. Normalmente, a tarifa comum funciona de segunda a sábado entre às 6h e 21h, enquanto a bandeira 2 é ativada durante o período noturno, domingos e feriados. Não há alterações de acordo com a demanda, mas cidades, como o Rio de Janeiro, costumam adotar tarifas mais altas durante o mês de dezembro ou em eventos.

Como cadastrar motorista e carro no Uber? Descubra no Fórum do TechTudo

Uber tem preço variável e usuário tem que confirmar alteração quando ultrapassa o dobro da tarifa normal (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

– Em quais situações o preço dinâmico é mais comum?

O Uber está disponível em quatro grandes e populosas regiões metropolitanas brasileiras: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília. Como não é difícil de imaginar, a tarifa do aplicativo tende a subir em diversos momentos. Nos dias de semana, o pico tende a ser em horário comercial, especialmente em centros fina

... nceiros, que reúnem o maior número de solicitações.

Nos fins de semana, a tarifa pode voltar a subir em regiões de bares e casas noturnas no período de volta para casa. O mesmo pode acontecer durante um show, espetáculo ou evento esportivo cujo a concentração de pessoas é muito grande e a demanda por carros tende a ser maior.

Preço dinâmico do Uber pode variar bastante em uma mesma cidade (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Durante os testes do TechTudo, pudemos observar que a aplicação do preço dinâmico ocorre também por localização. Na cidade de Niterói, havia poucos carros e o preço se tornou mais alto. No centro do Rio de Janeiro, na Zona Sul e na Barra da Tijuca, áreas movimentadas na capital fluminense, a variação da tarifa chegou a ficar entre o dobro e o quíntuplo do valor original. Já no Recreio dos Bandeirantes, vizinho à Barra da Tijuca, o Uber trabalhava com tarifa normal no período.

- Existe alguma forma de escapar do preço dinâmico?

Preço dinâmico pode tornar Uber Black (à direita) mais vantajoso que o econômico UberX (à esquerda) (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

O preço dinâmico do Uber é capaz de gerar distorções, no mínimo, bizarras no valor das corridas. Durante nossos testes, a viagem entre a Lagoa Rodrigo de Freitas e a Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, tinha estimativa de até R$ 126 na categoria UberX com um aumento de 4,7 vezes o valor normal. No UberBlack, mais luxuoso, o mesmo trajeto tinha preço estimado em até R$ 76 a um aumento e 1,9x. Ou seja, é preciso analisar todas as variações possíveis dentro do app.

O Uber dá a opção de receber avisos em caso de queda no preço de tarifa. Isso é uma boa opção para quem não tem urgência em sua viagem e pode esperar até que a demanda se regularize. No entanto, o app não dá previsões de quando o valor cairá, embora trabalhe com período de análises de 30 minutos.

Uber pode avisar usuário quando o preço dinâmico cair ou alertar que não houve alteração (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Por fim, já há aplicativos de táxi capazes de fazer simulações e oferecer vantagens similares ao Uber. Sendo assim, dê uma conferida se a corrida do serviço será mesmo vantajosa em relação ao concorrente. 

 



>>> Veja o artigo completo no TechTudo