Sexta-Feira, 18 de Setembro de 2020

O Rdio, um dos primeiros serviços de streaming de música a atuar no Brasil, vai fechar as portas no dia 22 de dezembro deste ano. Comprado pelo Pandora em novembro por US$ 75 milhões, o aplicativo chegou a firmar parceria com a operadora Oi e está presente em 85 países.

Spotify importa playlist do Rdio automaticamente; veja como fazer

Apesar de ter perdido espaço para os concorrentes, como o Spotify, Deezer e Apple Music, o Rdio ainda tinha usuários no Brasil. Agora, quem utiliza o serviço terá pouco tempo para transferir as playlists para um novo streaming. Para isso, alguns aplicativos facilitam o trabalho, oferecendo plataformas de importação. 

O Rdio vai encerrar as atividades; veja como transferir playlists (Foto: Reprodução/Raissa Delphim )

Entre as ferramentas que ajudam os usuários a não perder as playlists do Rdio, o Soundiiz é a mais popular. O app permite transferir as playlists para diversos serviços, como Deezer, Tidal, YouTube, Napster e Apple Music. No caso do Spotify, já existe uma página especial para fazer a transferência

Retrospectiva

Para se despedir em grande estilo dos usuários, o Rdio fez uma pequena linha do tempo onde conta um pouco de sua trajetória. O primeiro usuário fez o cadastro no app no dia 3 de agosto de 2010.

A primeira música ouvida foi a “California Gurls (feat. Snoop Dogg), da Katy Perry. O álbum mais tocado no Rdio foi o “Nothing Was The Same”, do rapper Drake, e a música mais to

... cada é a do Bruno Mars, “When I Was Your Man”.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Todos os usuários que quiserem conferir a sua própria retrospectiva podem fazer o login no site do Rdio. É possível descobrir a primeira música que ouviu, o álbum que mais gostou e o artista que fez parte da maior parte do seu tempo no serviço. 

Spotify ou Deezer: qual o melhor streaming e por quê? Comente no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo