Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019

A rede do Tor, browser de navegação segura, acaba de ganhar um concorrente de peso: o Vuvuzela. O programa é um mensageiro alternativo que promete mais proteção e privacidade ao conteúdo trocado pelos usuários em nova rede privada e segura.

Lista tem alternativas ao Chrome para gastar menos bateria do notebook

O software foi criado por cientistas do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, e ganhou o nome das cornetas sul-africanas porque, assim como o instrumento dos torcedores, o Vuvuzela consegue criar ruídos para ocultar o conteúdo das mensagens, distribuindo informações em uma vasta rede de servidores ao redor do mundo.

Tor Cloud (Foto: Divulgação)Tor Cloud (Foto: Divulgação)

A funcionalidade do projeto torna a interceptação de mensagens trocadas no Vuvuzela uma tarefa difícil de ser realizada, já que partes de uma mesma conversa podem viajar por vias diferentes, passando por computadores e data centers diversos antes de chegar ao destinatário.

A tecnologia criada para o Vuvuzela é uma alternativa ao Tor. O mensageiro, que acompanha o navegador de Internet de mesmo nome, é considerado de alta segurança. No entanto, a proteção que o app oferece é do tipo criptográfica, ou seja, com as chaves certas - ou muita persistência - um hacker pode invadir o tráfego de mensagens no Tor.

Além de fazer a informação circular em várias rotas, o Vuvuzela também emite tráfego falso, para despistar a ação de criminosos. Segundo os criadores, hackers podem invadir mais da metade dos servidores envolvidos na estrutura que, mesmo assim, a privacidade da troca de mensagens é garantida, graças ao tráfego falso.

O preço da privacidade, porém, é a velocidade. Em um cenário de teste, que simulou 1 milhão de usuários ativos, a rede do Vuvuzela conseguiu estabelecer a troca de 15 mil mensagens por segundo. Para completar, cada uma delas levou 44 segundos para chegar aos destinatários.

... Qual é o seu navegador preferido? Opine no Fórum do TechTudo.

Como o Vuvuzela é, no momento, um estudo de cientistas da computação nos laboratórios do MIT, não há ainda perspectiva de que o serviço se torne disponível ao público. O Tor, por outro lado, se encontra disponível aos usuários.

Via MIT News

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone



>>> Veja o artigo completo no TechTudo