Domingo, 25 de Agosto de 2019
Suporte Técnico em Informática na Grande Vitória: (27) 99996-2313


Chico Mendes, ativista político e ambiental brasileiro, recebe uma homenagem do Google nesta terça-feira, quando completaria 71 anos de idade. O sindicalista lutou em defesa dos seringueiros na Amazônia - grupo do qual fez parte - e contra o desmatamento da floresta. Chico atuava em manifestações pacíficas, chamadas de “empates”, em que os seringueiros protegiam as árvores com seus próprios corpos.
Papai Noel existe? Plugin no Chrome e no Firefox prova que sim; entenda
Nascido em Xapuri, no Acre, Chico criou desavenças com grandes latifundiários e acabou assassinado na porta de casa por dois fazendeiros. O atentado aconteceu em 1988, uma semana após seu aniversário de 44 anos. 
Google homenageia Chico Mendes com Doodle (Foto: Reprodução/Google)
O Doodle que substitui a logo do buscador nesta segunda, mostra Chico retirando a seiva de uma árvore na Amazônia, atividade que praticava desde criança. Após a morte, o ativista recebeu homenagens como a criação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, do Parque Chico Mendes em Osasco e diversas ruas pelo Brasil receberam seu nome.
Quem foi Chico Mendes?
Chico Mendes cresceu em meio à grande exploração de mão de obra de seringueiros na Amazônia, em uma relação que ganhava contornos de semiescravidão, graças ao aviamento. O sistema de troca de mercadorias pelo produto do extrativo gerava uma sociedade endividada e em permanente miséria. Com a ditadura militar nos anos 70, o cultivo de seringais deu lugar à especulação fundiária por conta ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo